Meu perfil
BRASIL, Sul, TURVO, Cidade Alta, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Esportes, Música
MSN - alexandremelchior@hotmail.com




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de Melzão
 


Já faz um tempo que ando estudandos os estragos que os governos fazem ao meter o bedelho nos meios de produção e no consumo.

Nesse caminho, acabei vendo, no youtube, um vídeo com o Milton Friedman narrando a história de um lápis (http://www.youtube.com/watch?v=jgK11FkBJ0U).

Para quem não sabe, Friedman é um dos caras que defenderam a superioridade da economia de mercado sobre o planejamento estatal.

Bom, ontem, minha namorada trouxe pra casa a última edição da Superinteressante.

Nela, existe uma matéria mostrando, de modo simplificado mas claro, como funciona um grande fenômeno típico de São Paulo.

Pra quem mora ou já morou lá, sabe como é triste entrar no metrô com sol e sair dele com chuva.

Quem lembra de pegar o guarda-chuva? Quase ninguém...

Como fazer então? Arriscar molhar a roupa limpinha antes de começar o dia de trabalho?

Calma! Não há com que se preocupar! Haverá, certamente, um ambulante vendendo guarda-chuvas na saída do metrô.

Preço? Varia de R$ 3,00 a R$ 10,00.

Não houve necessidade de nenhum governante estabelecer metas de produção, controle de cotas, rotas de logística, sistemas de controle e entrega.

Não. Apenas o mercado e o sistema de preços fez com que vc, ao sair do metrô, pudesse comprar seu guarda-chuvas de modo a não se molhar.

Ah, e se não quiser o guarda-chuva, basta sair andando e se molhando que nem o ambulante nem o governo vão te obrigar a comprar um...

Tenho para mim que, se deixássemos ao governo a tarefa de produzir e distribuir guarda-chuvas em dias de chuva repentina, muita gente acabaria molhada e alguns privilegiados conseguiriam o melhor guarda-chuva que o mudo pode fabricar.

Sem contar a grande injustiça: aquele que prefere se molhar, seria obrigado a usar um pq o governo acha melhor. Ou então, pelo menos, ia ter que contribuir pra que os que não querem se molhar, tenham sua proteção...

 



Escrito por Melzão às 09h49
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]